Começa agora a segunda etapa do processo de escolha, que até o próximo fim de semana definirá os 25 finalistas para serem entrevistados

Cláudio Marques

A primeira fase da edição 2016 do programa CEO por um Dia se encerrou com a escolha de 56 universitários, que agora passam para a nova etapa de avaliação. Desses, 25 serão selecionados para serem entrevistados. O desempenho nesse estágio determinará os 16 finalistas que, em novembro, passarão um dia inteiro com o presidente de uma grande empresa.

O programa CEO por um Dia é realizado pela empresa de executive search e assessment Odgers Berndtson, com apoio do Estado, PDA International e Machado Meyers Advogados.

“Neste ano, a concentração de inscritos de São Paulo e Rio foi menor. Tivemos muita gente do Rio Grande do Sul, do Paraná, do Nordeste”, conta o presidente da Odgers, Luiz Wever. “São currículos muito bons, não foi fácil escolher. Há gente com perfil de liderança, mesmo sendo pessoas com pouca ou nenhuma experiência profissional.”

“Outro destaque deste ano é a alta participação feminina, que chega a quase 50% do total”, afirma o coordenador do programa, Ademar Couto. Tanto ele quanto Wever também ressaltam que os inscritos são dos mais diversos cursos superiores. “Houve até um médico que se inscreveu. E ele tinha um currículo empreendedor”, lembra o presidente da consultoria. “Apesar de ainda haver muita gente de administração, eram estudantes de todas as áreas, agrônomos, botânicos. No ano passado houve muito engenheiro, agora está mais diversificado”, reforça Couto.

A previsão era de que até a última sexta-feira esses 56 pré-selecionadas fizessem a avaliação por meio da plataforma da PDA International. Quem não fizer esse teste está automaticamente desclassificado, diz Couto. Wever explica que o PDA é uma ferramenta por meio da qual é possível fazer uma avaliação de competências e comportamentos dos participantes.

“O que o PDA vai nos dar é a aderência às competências de liderança, foco em negócios e empreendedorismo que buscamos. São competências que consideramos mais compatíveis com figura de um futuro gestor, de um futuro líder de empresa”, afirma Wever. Os 25 que mais se encaixarem nesse perfil serão chamados para entrevistas com os sócios da Odgers.

“A entrevista com os sócios não deixará de ser um tipo de coaching, porque sempre acabamos falando algo a respeito deles, da carreira deles”, diz Couto. “Eles têm a oportunidade de estar com o head hunter de uma empresa mundial, e por outro lado, daqui a alguns anos, quando eles estiverem em posições executivas, vão lembrar que passaram por esse processo conosco. Vão lembrar da Odgers como um possível parceiro.”

Wever ainda chama a atenção para o fato que os sócios da empresa também vão se atualizando em relação ao capital intelectual e comportamental dos jovens. “Desta maneira, também estamos nos preparando para lidar com pessoas que estão germinando”, diz. “Como elas pensam, como elas agem, quais são os valores pelos quais elas se pautam”, acrescenta Couto. “É um processo muito interessante também para nós.”

Troca de ideias. Dialogar com os jovens é um dos objetivos da participação da Votorantim Cimentos no programa CEO por um Dia, segundo o presidente da empresa, Walter Dissinger.

“Queremos dialogar com os novos talentos para entender o que move essa geração, e também posicionar a Votorantim Cimentos como ela é”, afirma o executivo. Ele acrescenta: “Quando se pensa em Votorantim Cimentos se pensa numa empresa cinza, sem inovação, e o que nós somos é uma empresa de varejo que posiciona produtos para consumidores e onde há muita inovação. A empresa tem um espírito bastante juvenil e moderno”.

Nascido nos Estados Unidos filho de uma família alemã, Dissinger foi enviado para a Alemanha aos 14 anos para terminar seus estudos. É engenheiro industrial formado pela Universidade de Karlsruhe (Alemanha), com extensões em Finanças pelo Insead (França) e em Negociação e Estratégia pela Harvard Business School (EUA).

Iniciou sua carreira como trainee na Basf, onde consolidou sua carreira. Na multinacional alemã passou por diferentes posições no Brasil, na Argentina e na Alemanha, entre elas diretor de estratégia e desenvolvimento de negócios, vice-presidente Global de Químicos de Performance e vice-presidente regional de produtos agrícolas para a América Latina. Antes de chegar à Votorantim Cimentos, em 2013, Dissinger era presidente global da divisão de Saúde e Nutrição e membro do Comitê Executivo Global da Basf.

“Ao longo da minha carreira, valorizei muito uma coisa: o relacionamento com o cliente. Foi o que marcou minha carreira, o que fez a minha carreira, porque ao fim do dia são os clientes que mandam e se eles estão satisfeitos, os resultados vão melhorar, e se eles estão insatisfeitos, os seus resultados vão piorar”, diz. “Até hoje, isso é minha marca: foco no cliente e buscar inovação na diversidade.”

Dissinger avalia que, atualmente, os jovens estão engajados na pergunta ‘que legado eu posso deixar?’. Ele acredita que para as novas gerações a busca pelo sucesso não diz respeito apenas a termos financeiros, mas também um propósito. “Quando eu entrei na Votorantim, vindo da Alemanha, eu entrei numa empresa que eu admirava já havia 30 anos, desde que conheci o Brasil. Entrei sabendo que se trata de uma empresa que tem valores e bases éticas que movem a empresa. E hoje estamos aqui para perpetuar esse legado, buscando jovens que também querem perpetuar esse legado, tendo como propósito melhorar o mundo.”

Ao mesmo tempo, o presidente da Votorantim diz que o jovem tem de estar preparado para uma oportunidade. “Isso também marcou a minha carreira, porque no momento certo eu estava preparado para dar um passo adiante. Preparado no sentido de não esperar só a empresa o preparar, mas de ter a autonomia dese preparar”, afirma.

 

OS SELECIONADOS

Aaron Felipe Grassmann

Abdallah Madi

Ahmad Taha

Airton Franco de Moraes

Alexandre Nassif

Aline Neves de Azevedo

André Mafra Calderan

Arthur Ribeiro Geron

Beatriz Schnaidman

Caio Swan de Freitas

Daniel Grossmann

Denise de Lima Ferreira

Felipe Cesário da Silva

Felipe Linde Lima

Felipe Ramos Neves

Felipe Scaquetti

Fernando Trindade

Fernando Henrique Aoki Sbizera

Fernando M.de Paula Pessoa

Flávio Bernardi Pacheco Correa

Heloisa Rodrigues Mendes

Janis Christoph René von Fritsch

José Luiz Bosco Junior

Júlia Figueiredo Pinto

Larissa Tobar da Costa

Leonardo Nardini Bock

Leonardo Yun Ho Lee

Lucas Almeida Tejada

Marcelo Augusto P. S. Pereira

Marcelo Castelhano de Lima Jr.

Marcelo Martins

Mariane Zimmermann

Marina Rodrigues da Costa

Nelson Brazan Albertin

Patricia Harumi Suzuki

Pedro M. Chagas Delfino Gomes

Pedro Rodrigues Figueiredo

Priscila D. Mendes de Oliveira

Rafael Cardoso Ferreira

Rafael Colla Thosi

Rafael Seiti Miyashiro

Rafael Yoiti Sakai Ogata

Sergio Massao Hirota

Tymo Nakao

Vagner de Araújo Jesus

Verônica Pricoli Scheel

Victor Piagentini Schroeder

Victor Stangherlin Gomes

Victoria Pinto da Silva Jardim

Vinícius Costa Soares

Vinicius Tavares Bergamini

Vitor Francetich Garcia

Vitória Giatti Mahlmann

Willyan Hideki Watanabe

Comentários