Eliane Sobral/Especial para o Estado
Entre um estágio promissor e uma bolsa de estudo para uma pós no exterior, opte pela segunda. Entre acordar motivado por fazer o que gosta e um belo salário, opte pelo primeiro. “Porque ao fazer o que se gosta, o dinheiro é consequência, e é preciso aproveitar o início de carreira quando se tem mais disponibilidade para morar em outro país”, afirma o hoje CEO da Brookfield Property, Roberto Perroni, em um misto de recordação de sua própria trajetória profissional e em resposta sobre que conselho daria a quem se prepara para entrar no mercado de trabalho.

Perroni, é um dos dirigentes participantes do programa CEO Por Um Dia, que vai selecionar jovens universitários para acompanhar a rotina do comandante de grandes empresas. As inscrições devem ser feitas exclusivamente no site  e se encerram nesta segunda-feira, dia 9. O programa já tem um recorde registrado. Dentre os 14 países onde a consultoria Odgers Berndtson realiza o CEO Por Um Dia, o Brasil é o que tem o maior número de empresas participantes: 23.

Experimentar. Quando ganhou a bolsa e foi estudar na Itália, conta Perroni, a vontade era construir carreira no exterior e não voltar mais ao mercado brasileiro, que, na ocasião (década de 1980), sofria com altas taxas de desemprego e de inflação. “Mas é preciso sair do país para poder enxergar todas as oportunidades que temos aqui”, diz o executivo.

Roberto Perroni, CEO da Brookfield (Foto: Felipe Rau/ESTADÃO

Perroni tem ainda no currículo o lançamento de uma startup, o braço de incorporação construtora Camargo Corrêa, e a experiência de empreender: se associou a um amigo para construção de casas populares, na década de 1980. “Faltou capital para fazer a empresa crescer, mas foi uma experiência muito boa”, diz ele que dirige o braço brasileiro da Brookfield Property Group, uma das maiores gestoras globais de ativos imobiliários, com US$ 155 bilhões em carteira.

Hoje, aos 55 anos de idade, Perroni credita sua bem-sucedida carreira ao pilar que sustentou as escolhas que fez ao longo de sua trajetória. “Nunca duvidei da área em que queria estar. Até fui gerente financeiro em uma empresa. Nada contra, mas não é a minha área. Eu sempre quis trabalhar com construção e nunca me afastei desse desejo.” E este, diz ele, é a melhor sugestão que pode dar aos jovens estudantes que se preparam para entrar no mercado de trabalho.

Quanto à expectativa para o dia em que receberá o estudante para acompanhar sua rotina, Perroni é enfático: “Que pergunte e até que nos provoque pois, muitas vezes, as perguntas dos mais jovens nos fazem pensar em soluções que não tínhamos considerado antes”.

Portanto, quem quiser fazer perguntas a Perroni e seus pares pode se candidatar ao programa até esta segunda-feira, dia 9. No Brasil, o CEO Por Um Dia está em sua quarta edição e é realizado em parceria com o Estadão, a PDA International, Machado Meyer Advogados e Centro de Carreiras da FGV Eaesp.