Vinícius Passarelli, ESPECIAL PARA O ESTADO

Adriana Ogawa tem apenas 24 anos, mas já viveu na pele o que é ser CEO de uma grande corporação. Ou, guardadas as devidas proporções, pelo menos vivenciou um dia inteiro de compromissos de quem comanda uma empresa do tamanho do Twitter, que teve faturamento mundial de US$ 909 milhões no último trimestre de 2018. Estudante de arquitetura e engenharia civil na USP, Adriana teve a chance de acompanhar no ano passado um dia na rotina da CEO do Twitter no Brasil, Fiamma Zarife.

O encontro fez parte do programa CEOx1dia, promovido pela empresa de consultoria internacional Odgers Berndtson e que aqui no Brasil tem parceria com o Estado. Nesta quinta edição, cujas inscrições estão abertas a partir deste domingo (9), serão selecionados 23 universitários de diferentes áreas do conhecimento que irão acompanhar um dia na vida de 23 CEOs de grandes empresas, como Heineken e Raízen (leia lista completa mais abaixo).

A iniciativa ocorre há mais de dez anos em vários países, como Espanha, Canadá e África do Sul, e um dos objetivos é servir como porta de entrada de jovens talentosnas empresas. Foi o que aconteceu com Adriana Ogawa, que, poucos meses depois de acompanhar a CEO do Twitter por um dia, ganhou uma vaga de estágio na empresa.“O processo seletivo foi bem coerente e me abriu essa porta, que eu nem esperava”, conta a estudante, que faz estágio no setor de vendas.

Para Luiz Wever, CEO da filial brasileira da Odgers Berndtson, que ajuda empresas a encontrar e recrutar executivos, o objetivo do programa é fazer um “ganha-ganha-ganha” para as três partes envolvidas (estudantes, empresas e Odgers).

“A gente se aproxima de empresas importantes e de potenciais clientes; a empresa se aproxima de jovens lideranças e se apresenta ao mercado como uma empresa que está olhando para o futuro; e o jovem tem a experiência de acompanhar um CEO durante uma agenda complexa, em que tudo pode acontecer, tendo acesso à realidade de quem comanda grandes corporações.”

Como a ideia é ajudar as empresas a acompanhar as mudanças do mercado por meio desses talentos, o intercâmbio vai além da atividade profissional em si. “O que a gente menos conversou no dia foi sobre química e distribuição”, conta Juliana Reimberg, de 21 anos, que no ano passado participou do CEOx1dia acompanhando Erica Takedo, da Brenntagg Brasil, empresa do setor de distribuição química.

Juliana é estudante de administração pública e direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e ressalta que não participou do programa apenas de olho em uma vaga de trabalho. “Na minha entrevista eu pedi para acompanhar uma mulher e eu tinha interesse em entender a política da empresa em termos de diversidade, de fomento à participação feminina e de outros grupos minoritários.”

Para a estudante, o mais interessante da experiência foi a mensagem passada. “Ela me falou muito sobre como trabalhar em equipe, sobre como sua posição exige um olhar múltiplo, isso inclusive me incentivou a fazer uma outra graduação”, afirma ela, que começou a estudar direito após o programa. Ela diz ter recebido propostas de estágio por conta do CEO por um dia, mas não conseguiu aceitar por cursar duas graduações.

Se de um lado o estudante analisa se as políticas da empresa estão alinhadas com os novos tempos, do outro lado os diretores veem a oportunidade de fazer jovens entenderem como é a vida real de tomadores de decisão de grandes corporações e quais habilidades eles devem ter para ocupar um cargo desses.

“Nossa vida não é glamourosa como se imagina. Acredito que com essa experiência os jovens têm a chance de conhecer a intensidade com que temos que tomar decisões e avaliar o quanto as habilidades comportamentais, as ‘soft skills’, são igualmente importantes às habilidades técnicas profissionais para uma boa gestão”, afirma Paulo Avarenga, CEO da Thyssenkrupp para a América do Sul e participante do programa CEOx1dia no ano passado.

Inscrições

Devem ser feitas pelo site até 12/7, abertas a estudantes de curso superior no último ou no penúltimo período. Os interessados devem mandar o currículo e preencher um formulário com informações pessoais e acadêmicas, além de responder à questão: “Por que você acredita que deve ser escolhido para participar do programa CEOx1dia?”.

Depois dessa primeira fase, os selecionados serão submetidos a um assessment comportamental online, que vai ajudar a traçar o perfil do estudante. Essa segunda parte da seleção está prevista para acontecer entre os dias 24 e 28 de julho.

A terceira e última fase é uma entrevista presencial com os sócios recrutadores da Odgers Berndston, que ocorrerá entre 5 e 16 de agosto. Depois disso, os 23 selecionados passarão um dia – entre o final de agosto e o início de setembro – com o CEO de alguma das 23 empresas participantes.

As 23 empresas e os CEOs participantes

Abbott – Juan Gaona
AC Camargo – Vivien Rosso
Asics – Pedro Zanoni
BRK Ambiental – Teresa Vernaglia
Cisco – Laercio Albuquerque
Cognizant – João Lúcio de Azevedo Filho
Ecolab – Orson Ledezma
Faculdade Belas Artes – Patrícia Cardim
Fortbras (Investida Advent) – Rogério Messias
Grano Alimentos – Fernando Giansante
Heineken – Mauricio Giamellaro
Luxottica – Alessandro Zanardo
McCain – Aloisio Periquito
Movida – Renato Franklin
Raízen – Luis Henrique Guimarães
Roche – Patrick Eckert
Salus (Patria) – Andres Cima
Sephora – Andrea Orcioli
SYKUÉ – Carlos Taparelli
Tegra (Brookfield) – Ubirajara Freitas
Vestas – Rogerio Zampronha
Western Union – Ricardo Amaral
White Martins – Gilney Bastos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.